Gerenciamento da Raiva em Adolescentes

Na transição da infância para adolescência muitos elementos podem deixar corpo e mente da criança/adolescente fora de controle. Isso pode se transformar em raiva se não for bem orientado. Pais e professores devem educar as crianças das diferentes alterações transitórias que vão acontecer no seu corpo.

Os adolescentes podem reagir com indiferença, ou ter comportamentos agressivos se estão confusos. Dos doze aos dezesseis anos de idade são mais propensos a fazer as coisas à sua maneira, porque sentem que suas emoções e liberdade estão sendo controlados, isso resulta em raiva não gerenciada.

Adolescentes do mundo de hoje são mais predispostos a pressões em comparação com os adolescentes do passado, e estão mais expostos à violência e hostilidade.

Essa fase do desenvolvimento, eles são expostos a esses problemas, por isso muitas vezes tendem a sair fora de controle, podendo apresentar sentimentos de raiva que podem ser expressos na forma mais antissocial. É por isso, às vezes, eles são encaminhados para serem submetidos a gerência da raiva.

Os adolescentes podem experimentar frustrações que os levam a fazer atos criminosos. A melhor maneira de acompanhar um adolescente deste mundo é procurar a ajuda de seus pais, professores e adultos mais próximos.

As pessoas citadas acima em pareceria com o Psicólogo pode ensinar o adolescente, através do treinamento comportamental, a como responder racionalmente a todos estes stress. Eles podem ensinar os adolescentes como identificar sentimentos negativos e adotar comportamentos mais maduros e assertivos.

Programas de gestão de raiva também pode ser de grande ajuda para esses adolescentes que sofrem. Este programa especial ensinará a melhorar os seus comportamentos de maneira que são mais aceitáveis. O adolescente será ensinado sobre a forma de pensar funcionalmente, e a partir disso, os jovens podem aprender a lidar com sentimentos difíceis.